FeeD

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Reflexões...

Depois de menos de cinco minutos, desabei sobre aquela cadeira envergonhada e desconfortável. Apesar das sensações, estava nas nuvens... Apesar das nuvens, sentia-me confusa como nunca. Só queria provar de novo... ou mais... Como algo que erguesse meus pés do chão, que me desse asas, colorisse o mundo... algo macio como o veludo de um pêssego! Seria realmente tão bom ou perdi-me naquela idéia?
Foi rápido, lento, passou num segundo, não sei, talvez menos... e não acreditei que o ato fosse meu!
Um gole lento da minha própria saliva  encarava o vazio da minha mente e o barulho de engrenagens enferrujadas raspando umas nas outras.
Dois passos pra trás. Não lembro quando me levantei, mas... a sanidade me engolia com uma ferocidade estarrecedora. Em seguida, o torpor enlaçando os velhos sonhos nunca sonhados.
Uma doce droga... Droga porque apesar da incerteza de vício, já tinha alterado a percepção. E meu corpo, máquina flutuante de personalidade ímpar, a todo vapor, na medida do tímido impulso, pedia mais... mais...

2 comentários:

SirJohn disse...

Impulso, desejo, Luxúria. Tabu?
Só a auotra deve saber oq eu tudo significa, ams a impressão é "é tão errado que é bom"

Witchfire's Kingdom disse...

Olha se o que eu faço é viajem isso foi qse se drogar com reflexões.
O que é isso , minha filha?

1-Viajem metafísica ao pé do sofá? 2-Sensações que o próprio cérebero pode causar com uma droga?
3- Ou é mesmo algo que SÓ vc pode dizer?

Gostei, mas tah um pouco confuso...

=P