FeeD

segunda-feira, 14 de março de 2016

Uma música

Respirar fundo.

De repente, o mundo se cria. Numa gota d'água, percebo todos os meus sonhos, todos os meus anseios.
Segredos. Todos mantidos na mente, na frente desse sentimento de liberdade. E então, uma dor...
Sinto a dor. A pele rasga, a emoção engasga, os ossos se estendem. Uma voz confusa murmura na minha mente. Calma e tranquilamente.
O vento cortante rompe o tempo. Tudo parece subir e sumir. E do escuro da minha volta, sinto a luz da minha alma me aquecer: minhas asas se abrem, a postos.
Eu, de repente, posso, enfim, voar.

Nenhum comentário: